Intercambistas movimentam nossas atividades

June 11, 2018

Desde 21 de maio temos a alegria de receber três intercambistas enviadas pela AIESEC. Elas vêm de diferentes partes do mundo e relatam estar muito felizes pela experiência de conhecer o Brasil e compartilhar experiências conosco. Judith (a da direita) veio da Holanda e atua no Projeto VIDA-lutando pela saúde. Kee (ao centro na foto) veio de Hong Kong e também atua no Projeto VIDA. Já Jieun Lee (à esquerda na foto), que prefere ser chamada  de Anna, atua no projeto NÓS, que tem por objetivo erradicar as desigualdades.

 Judith vem de uma cidade chamada Scherpenzeel. Segundo a mesma, é uma pequena e pacata cidade no interior da Holanda, com diversas fazendas. Ela espera poder fazer a diferença na vida dos adolescentes atendidos pelo programa VIDA. Ela estudou biologia, e após voltar a seu país continuará os estudos para se tornar uma médica. Dentre seus hobbies, ressalta gostar muito de dançar, cantar, caminhar na natureza e se reunir com os amigos.

Ela diz também que acha o Francisco Thiesen um lugar muito bonito e que realiza um trabalho inestimável.

 

 

 

Kee vem de Hong Kong (China) e estuda na Universidade Politécnica de Hong Kong. Seu curso é Segurança Alimentar e Tecnologia. Interessou-se pelo projeto VIDA-Lutando pela Saúde, justamente por estar relacionado à sua formação. Como resultado, gostaria de compartilhar o que tem aprendido ou ensinar algo para ajudar as pessoas que não têm esse conhecimento.

 

 

 

 

 

 

 

 

Jieun Lee veio da Coreia do Sul e prefere ser chamada  de Anna. Inscreveu-se no projeto NOS, pois tem o sonho de ver erradicados todos os tipos de discriminação no mundo. ela diz que há muito se preocupa profundamente com as desigualdades em todo o mundo, como fome, pobreza, distribuição injusta da riqueza, desigualdade de gênero e racismo. Ao participar deste projeto, gostaria de investigar detalhadamente a realidade da desigualdade e da discriminação que ocorrem no Brasil atualmente, e ajudar a difundir a conscientização sobre esses problemas, bem como encontrar as soluções para proteger e capacitar as vítimas.

 

 

 

Se você se sentiu inspirado (a) por estes exemplos, procure-nos e seja voluntário também. Entre em contato através do Whatsapp: (16) 98862-4376, Telefone: (16) 3366-8355, ou e-mail: relacionamento@osft.org.br.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

Anália Franco, a Grande Dama da Educação Brasileira

February 2, 2018

1/1
Please reload

Posts Recentes

January 19, 2018

Please reload

Arquivo